18 de março de 2013

DIAGNÓSTICO DE DEPRESSÃO

Esse assunto é...cabuloso....muitas pessoas ñ levam a sério ou até as vezes ñ percebem a gravidade da depressão.
Fique atendo as pessoas proximas a vc e até em vc msm....isso tem tratamento....

"Depressão é a tristeza quando não acaba mais. É uma doença que ataca tão subrepticiamente, que a maioria dos que sofrem dela nem percebem que estão doentes. De cada dez pessoas que procuram o médico, pelo menos uma preenche os requisitos para o diagnóstico de depressão.
Do início insidioso, a depressão evolui continuamente para quadros que variam de intensidade e duração. Nos casos mais simples, a pessoa pode curar-se por conta própria em duas a quatro semanas. Passado esse período sem haver melhora, os especialistas recomendam atenção e tratamento, porque a depressão prolongada pode levar a suicídio e mortes por causas naturais."(Drauzio Varella)



Vamos ficar atentos...

  • Os sintomas de depressão incluem:
  • Desânimo ou irritação constante
  • Perda no prazer em atividades usuais
  • Problemas para dormir ou excesso de sono
  • Uma alteração dramática no apetite, muitas vezes com perda ou aumento de peso
  • Fadiga e falta de energia
  • Sensação de inutilidade, autodepreciação e culpa inapropriada
  • Dificuldade extrema para se concentrar
  • Movimentos físicos lentos ou agitados
  • Inatividade e isolamento das atividades usuais
  • Sensação de desesperança e impotência
  • Pensamentos recorrentes sobre morte e suicídio
Baixa autoestima é comum com a depressão. Explosões repentinas de raiva e falta de prazer em atividades que você pratica normalmente, incluindo sexo, também são comuns.
Crianças deprimidas talvez não apresentem os sintomas clássicos que se manifestam na depressão em adultos. Preste atenção especialmente em mudanças no desempenho escolar, nos hábitos de sono e no comportamento. Se você acha que seu filho pode estar deprimido, vale a pena procurar um médico.
Os principais tipos de depressão incluem:
  • Depressão maior -- cinco ou mais sintomas listados acima devem estar presentes por, no mínimo, 2 semanas, em um diagnóstico de depressão maior. A depressão maior costuma durar, no mínimo, 6 meses, se não for tratada. (A depressão é classificada como leve se você apresenta menos de cinco sintomas de depressão por, no mínimo, 2 semanas. Em outras palavras, a depressão leve é semelhante à maior, mas apresenta apenas 2 a 4 sintomas)
  • Depressão atípica -- ocorre em um terço dos pacientes com depressão. Os sintomas incluem comer e dormir em excesso. Esses pacientes costumam se sentir oprimidos e reagem fortemente à rejeição
  • Distimia -- uma forma geralmente mais moderada de depressão que dura anos, se não for tratada
Outras formas comuns de depressão incluem:
  • Depressão pós-parto -- muitas mulheres se sentem melancólicas após terem um bebê, mas a verdadeira depressão pós-parto é mais grave e inclui os sintomas da depressão maior
  • Transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM) -- os sintomas de depressão ocorrem 1 semana antes da menstruação e desaparecem quando chega a menstruação
  • Transtorno afetivo sazonal -- ocorre geralmente durante o inverno/outono e desaparece durante a temporada de primavera/verão. Costuma estar relacionado à falta de luz do sol
Uma forma de depressão exclusiva das mulheres, o transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM) é uma síndrome de sintomas depressivos desencadeados pela flutuação hormonal mensal. A depressão também pode se alternar com uma fase maníaca (também chamada de psicose maníaco-depressiva ou transtorno bipolar).
A depressão pode ser mais comum em mulheres do que em homens, mas talvez isso se deva ao fato de que as mulheres procuram ajuda com mais frequência do que os homens. A depressão também é especialmente comum durante a adolescência.

Causas comuns

A depressão muitas vezes é genética. A causa pode estar nos seus genes (herança genética), em comportamento adquirido ou ambos. Mesmo que devido aos seus genes você tenha mais tendência a ter depressão, um evento estressante ou trágico costuma provocar o princípio de um episódio depressivo.
Vários fatores podem causar depressão, incluindo:
  • Abuso de álcool ou drogas
  • Eventos ou situações difíceis, como:
    • Divórcio, incluindo a separação dos pais
    • Morte de um membro da família ou amigo
    • Doença na família
    • Abuso ou abandono
    • Perda do emprego
    • Isolamento social (causa comum da depressão em idosos)
    • Término de um namoro
    • Reprovação em escola/cursos
  • Doenças e tratamentos, como:
    • Tireoide inativa (hipotireodismo)
    • Alguns tipos de câncer
    • Dor prolongada
    • Problemas para dormir
    • Medicamentos com esteroides

Cuidados em casa

Se você está deprimido há 2 semanas ou mais, procure um médico, que poderá oferecer opções de tratamento.
Seja qual for o tipo e a gravidade de sua depressão, as seguintes medidas de cuidados em casa podem ajudar:
  • Durma o suficiente
  • Siga uma dieta saudável e equilibrada
  • Pratique exercícios regularmente
  • Evite o álcool, a maconha e outras drogas recreativas
  • Dedique-se a atividades que tragam satisfação a você, mesmo que não esteja com disposição
  • Passe tempo com a família e os amigos
  • Se você é uma pessoa religiosa ou espiritualizada, converse com um sacerdote ou guia espiritual, que podem ajudá-lo a dar significado a experiências difíceis
  • Pratique meditação, tai chi ou atividades relacionadas ao relaxamento
  • Adote ácidos graxos com ômega 3 na sua dieta, eles podem ser encontrados em suplementos que podem ser vendidos sem prescrição médica ou em peixes, como atum, salmão etc.
Se sua depressão ocorre nos meses de outono ou inverno, experimente a fototerapia, com o uso de uma lâmpada especial que imita a luz do sol.
Se você apresentar depressão moderada ou grave, o plano de tratamento mais eficaz provavelmente envolverá uma combinação de psicoterapia, mudanças no estilo de vida e medicação.
Cuide-se!!!!

2 comentários:

TEMER, AÉCIO, DELAÇÃO DA JBS: NÓS VIVEMOS UM WATERGATE POR DIA

“O acaso tem voto decisivo na assembleia dos acontecimentos”, disse o conselheiro Aires, personagem de Machado de Assis no livro Memoria...